Dê Ideias!

Compartilhe conhecimento

Fique tranquilo, nós não enviamos spam
maio 9th, 2015 por William Gurzoni

3% Este é o valor que seu FGTS rende por ANO! Isso mesmo, se você conhece um pouco a respeito de regra de três, vai entender o porquê não compensa deixar este valor parado.. Este post está sendo escrito em maio de 2015, nos últimos 12 meses a inflação está em aproximadamente em 8%, ou seja, o valor de rendimento do FGTS está muito abaixo da inflação, a cada ano o trabalhador que deixa seu dinheiro "rendendo" na CAIXA na verdade está perdendo dinheiro.

Com esta pequena introdução, fica fácil perceber que é plenamente válido utilizar o saldo do FGTS para quitar ou pelo menos adiantar as parcelas de sua hipoteca (financiamento imobiliário). Mas como utilizar o saldo para esta finalidade? Você sabia que existem duas formas de fazer isso? Sendo que uma é muito mais vantajosa que a outra, mas tome cuidado, porque se você não fizer as contas corretas poderá cair na opção menos aconselhada e perder muito dinheiro a médio/longo prazo. Vou estar mostrando através de números qual a melhor opção para utilização do FGTS.

Importante: Antes de mais nada é importante que você conheça o funcionamento de seu financiamento. Este artigo é válido somente para quem financiou o imóvel através da tabela SAC – Sistema de Amortização Constante (que é o padrão utilizado pela CAIXA). Se você não sabe a forma como seu financiamento foi realizado, consulte seu contrato ou procure um agente da instituição financeira.

Se você já se certificou que sua modalidade de financiamento foi realmente a tabela SAC, então este artigo irá te ajudar a entender as duas formas de abater seu valor do financiamento.

Para fazermos os cálculos, vou pegar como base os dados do seguinte contrato:

  • Valor do financiamento: R$ 100.000,00
  • Taxa efetiva de juros ao ano: 6% (Este valor está em seu contrato)
  • Prazo de pagamento: 300 meses (25 anos)
  • A prestação inicial ficará em tordo de R$ 820,00 
  • O valor final a ser pago (com juros) será de aproximadamente R$ 173,256,00
  • Saldo do FGTS R$ 15.000,00
  • Obs.: Para obter um financiamento como este, é necessário uma renda mínima de R$ 3.300,00 comprovada

As duas formas de abater seu saldo serão apresentadas abaixo. A segunda forma, do ponto de vista financeiro é muito melhor, visto que seu saldo DEVEDOR será abatido, porém a primeira forma pode ajudar temporariamente quem está passando por um momento financeiro ruim, contudo o resultado é somente a curto prazo, e não será muito interessante no ponto de vista financeiro. Então pense bem antes de decidir qual a melhor forma para que você aproveite da melhor forma os recursos do seu FGTS.


 

1. Abatendo o valor mensal das parcelas

Nesta modalidade de utilização, o valor da parcela é diminuído em até 80% por até 12 meses, ou seja, a parcela de R$ 820,00 do exemplo ficaria 80% menor durante o próximo ano. Ficaria no valor de aproximadamente R$ 164,00 por mês. Porém o valor do FGTS é utilizado para pagar também os juros do mês, assim o valor não é bem aproveitado, pois apesar de estar pagando menos por mês, o seu dinheiro do FGTS está sendo utilizado para pagar os juros do financiamento, aparentemente está opção é boa (sem fazer os cálculos), mas veja as vantagens da segunda alternativa e compare as duas através do quadro apresentado ao final do artigo.


Nome: E-mail:

O valor a ser pago até o final do contrato não é alterado, permanecendo os mesmos 173 mil reais (com muito juros).

2. Abatendo o saldo devedor

Nesta modalidade o valor do saldo devedor é abatido (e isto é o mais vantajoso). Além disso não possui limitação para a utilização do FGTS, todo o seu saldo pode ser utilizado, caso tenha saldo suficiente para quitar a dívida, poderá fazer.

Utilizando o contrato de exemplo, os R$ 15.000,00 do FGTS serão utilizados para abater o valor devedor (R$ 100.000,00) e não o valor com os juros. E também diminuirá o tempo de financiamento, porém o valor da parcela continuará o mesmo.

Teremos então: o mesmo valor de prestação (R$ 820,00), porém o tempo de financiamento cairá para aproximadamente 209 prestações! Com R$ 15.000,00 de FGTS neste contrato foi possível diminuir sete anos e meio de financiamento! Além disso o valor que seria pago antes de R$ 173,256,00 (contando os juros) agora será de aproximadamente R$ 128.442,00, uma diminuição de R$ 44.814,00 !!!

Conclusão: Com o valor de R$ 15.000,00 de FGTS você deixa de pagar R$ 44.814,00 do contrato e deste valor quase 30 mil eram apenas JUROS!


Nome: E-mail:

Então, qual modalidade vale mais a pena?

 

Comparando

  Pontos positivos Pontos negativos
1. Abatendo o valor da parcela
  • O valor da parcela diminui temporariamente (máximo de 12 meses)
  • Bom para quem está passando por um revés financeiro temporário e precisa diminuir o valor da parcela
  • Nesta modalidade o valor do FGTS é utilizado para ajudar a pagar a prestação, assim também é utilizado para pagar os JUROS
  • Após o período de 12 meses o valor da parcela voltará ao patamar anterior, caso a pessoa não faça um planejamento poderá se atrapalhar para voltar a pagar.
  • O FGTS só poderá ser utilizado novamente em dois anos (isto serve para as duas modalidades)
  • Não diminui a quantidade de parcelas
2. Abatendo o saldo devedor (diminuição do tempo de pagamento)
  • Abate o saldo devedor
  • É possível resgatar 100% do valor do FGTS
  • Diminui a quantidade de parcelas
  • Diminuindo a quantidade de parcelas, os juros futuros também são diminuídos, pois irá permanecer com o financiamento por menos tempo
  • Não diminui o valor atual da parcela

Como pode ver, a segunda opção possui a maior quantidade pontos positivos, porém caso esteja passando por um revés financeiro temporário, a primeira opção é melhor, pois irá diminuir o valor da parcela. 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


William Gurzoni

Entusiasta por tecnologia.
Bacharel em Análise de Sistemas e pós graduado em Business Intelligence.

#3D Printing #Drones #Protheus